O Land Rover BAR vai a Omã de 26 a 28 de fevereiro para a próxima fase da America’s Cup World Series

Com menos de 11 meses para o lançamento, a equipe de Engenharia Avançada da Land Rover tem trabalhado em colaboração com os engenheiros e designers da equipe Land Rover BAR, desenvolvendo uma série de barcos protótipos. Os resultados serão aplicados no desenvolvimento do barco da categoria Class mais rápido da America’s Cup.
A Land Rover aplica toda sua experiência em design, tecnologia e inovação no seu barco que compete na categoria Class do America’s Cup, um catamarã de codinome R1. A embarcação pesa 2 toneladas e pode exceder 50 nós graças à técnica conhecida como foiling, em que os barcos se levantam sobre a água com hidrofólios, reduzindo arrasto e aumentando eficiência e velocidade.

 

T2 training session
T2 training session

A primeira área-chave de colaboração e desenvolvimento vê a Land Rover focada na asa, uma vela “rígida” de carbono medindo 24 metros, o mesmo que de uma aeronave Boeing 737. É essa vela que dá impulso ao barco. Ao ligar os fluidos dinâmicos computacionais e a tecnologia de análise de elementos finitos, programas essenciais para desenvolvimentos de produtos da Land Rover, a equipe pode analisar aerodinâmicas mais complexas, uma vez que o objetivo é dar mais velocidade ao barco.
A Land Rover também oferece à equipe seu enorme processamento de dados e avançada experiência em aprendizagem automática, o que permite otimizar a performance do barco por meio de tendências demonstradas nos dados da vela.
Martin Whitmarsh, CEO da equipe Land Rover BAR, disse: “Acho que as pessoas ficarão supreendidas com o ritmo de melhoras entre a última edição da America’s cup e esta. Podemos chamar esse campeonato de Fórmula 1 das águas, em que métodos tradicionais de engenharia e design já não funcionam. Os barcos são mais rápidos em aceleração e mudança de direção, portanto precisamos estar na vanguarda. Para ganhar dos concorrentes, precisamos da Land Rover e sua vasta experiência em engenharia. Estamos apenas dando a partida e o caminho é longo, mas os resultados já têm sido incríveis. Mal posso esperar pelo ano que vem”.

T2 Training_session c Harry KH Land RoverBAR
T2 Training_session c Harry KH Land RoverBAR

Sob o regimento da America’s Cup, o barco não pode ter energia armazenada, apenas gerada de uma combinação de vela e equipe. A experiência da Land Rover em interfaces tecnológicas entre humanos e máquinas será usada para desenvolver displays e controles que asseguram a otimização do uso da energia.
A equipe Land Rover BAR vai agora a Omã para o Louis Vuitton America’s Cup World Series de 26 a 28 de fevereiro.Mais sobre Land Rover BAR visite http://www.digitalnewsagency.com/stories/9617

 

Compartilhe nas redes sociais!

0 Comments Join the Conversation →


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *